“A viagem dos dias”

Há dias.

Li algures que Karma é “todas as coisas que saem de ti, regressam a ti.”

Chamo a essa viagem do ir e vir, a “viagem dos dias”.

Quando acontece algo em nossa vida, tentar procurar a resposta no “outro”, tentar encontrar uma culpa “na coisa exterior”, é manter essa “viagem dos dias”.

Porque o karma é também como o mar. Maré alta, maré vaza. Os detritos que lhe colocamos são-nos devolvidos nas praias que frequentamos. E é nos momentos em que mais precisamos da praia que o mar nos devolve então os detritos que outrora lhe demos.

A culpa não é do mar nem da praia. A culpa nem é sequer dos detritos. A verdade é que não existe culpa. Existe desconhecimento. E a “viagem dos dias” dá-nos a consciência desse desconhecimento.

Continuar a ignorar a causa das coisas é ignorar-nos a nós próprios.

Porque somos um processo em movimento;

Porque somos o aumento da consciência desse processo;

Porque somos a “viagem dos dias”

Sonora Desert
Sonora Desert
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s